Páginas

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Tarte de pêra, e umas férias bem passadas



Férias a chegar ao fim... O calor, as festas, os jantares em família, o recordar dos Verões dos tempos de criança, as toneladas de fruta fresca e deliciosa... Como eu adoro o nosso país, a abundância de cores e sabores, o ritmo lento dos dias das gentes da aldeia... Tantas coisas boas que nem apetece regressar...

Deixo-vos uma receita que criei ao contemplar as pereiras dos meus avós :)
Uma óptima combinação de sabores e texturas, ideal para saborear debaixo de uma sombra fresca!

Ingredientes massa
275gr farinha
125gr margarina (acabada de sair do frigorífico)
2 c.sopa de cacao em pó
1 c.sopa de açúcar
pitada de sal
água fria q.b. 



Faz-se assim
Numa taça colocar a farinha, cacao, sal, açúcar, e margarina cortada em cubinhos.
Desfazer a margarina com os dedos, até que forme uma textura tipo areia.
Quando os ingredientes estiverem homogenizados, adicionar um bocadinho de nada de água fria.
Ligar tudo muito bem, amassando com as mãos, até formar uma bola de massa.
Cobrir com película aderente e deixar descansar no frigorífico durante 30 minutos.

Entre tanto...

Ingredientes para o recheio
8 c.sopa de açúcar
300ml de natas
8 pêras descascadas cortadas em metades
1 chávena de nozes (mal cheia)



Faz-se assim
Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar uma tarteira. Reservar.
Numa caçarola, aquecer as natas; dissolver o açúcar e deixar levantar fervura, reduzir a chama e deixar engrossar em lume brando. Vigiar e mexer regularmente para não colar ao fundo. Retirar do lume e reservar.

Retirar a massa do frigorífico, estender em forma de círculo com a ajuda do rolo da massa.
Revestir a forma de tarte com a massa; picar o fundo da tarte com um garfo. Cobrir o interior da massa com uma folha de papel de alumínio ou papel vegetal. Encher com feijões secos ou algo assim do género que sirva de peso. Levar ao forno por cerca de 10 minutos. 
Retirar a tarte do forno. 
Dispor as pêras, em metades (com a parte cortada para baixo) sobre a massa da tarte. Regar com o caramelo e finalizar salpicando com nozes.
Levar novamente ao forno por cerca de 30-40 minutos.

Bom apetite! Bom final de Verão!

11 comentários:

Moni disse...

Que bom recordar as férias, com umas tarte cheia de sabor com um aspecto delicioso.

Beijinho

Sandra Reis disse...

Pami, que bom retorno! Essa maravilha de tarte tem um sabor extra, que não tem preço, usar as peras do seus avós. Imagino que foram férias energizantes, para o corpo e principalmente para a alma. Estou precisando de umas dessas...;-)
beijos e benvinda

Sérgio Gomes disse...

Esta tarte esta com um aspecto de comer e chorar por mais! Bem que essa fatia podia ser minha.
Claro que já guardei a receita.

Beijos.

risonha disse...

que aspecto apetitoso. curiosamente o meu lanche de meio da manhã acabou de ser uma pêra... gosto muito desta fruta.

Ana Rita disse...

Para além de linda deve ser deliciosa.Adorei a combinação das peras com as nozes!

Bjoka
Rita

Céu disse...

Está com um aspecto delicioso e parece super fácil de fazer. Vou roubar a receita ;)

Marina disse...

Que delícia de tarte!
E eu andava agora a percorrer receitas com pêras... fiquei pasmada com a tarte! A base com chocolate deve ficar mesmo boa. Pêras e chocolate juntos só resultam em algo divinal!
Há tempos também fiz um crumble de chocolate e pêra...
Beijinhos e obrigada pela receita!

são33 disse...

FICOU LINDA, NÃO GRANDE APRECIADORA DE PÊRA MAS JÁ FIZ VÁRIAS SOBREMESAS COM ELA E FICARAM TODAS EXCELENTES.
ESSA TARTE DEVE SER BEM DELICIOSA.
BJS

anasbageri disse...

Olá,
Para nös por aqui o regresso de férias tb foi difícil, mais para mim claro, que fico mais uns meses longe da famïlia.
Espero que tenhas aproveitado bastante e matado muitas saudades.
Adorei esta combinação de sabores, mais uma receita com peras, um fruto que adoro.

bjs e boa semana.

Romy disse...

Que delicia... a tarte ficou uma tentação :-)

Bjokas

Anónimo disse...

Acabo de chegar aqui através do teu post no blog Anasbageri ... estás de parabéns! Tens mais uma seguidora.

Quanto à tarde, uma delícia com certeza. Eu também adorava ter agora pêras do pomar de PT ... que delícia.

Marlène