Páginas

sábado, 12 de dezembro de 2009

Arregaçam-se as mangas... I roll up my sleeves...

Arregaço as mangas, lavo as mãos e ponho o avental...
A partir daqui tudo pode surgir...
Cozinho com o coração, por impulso, deixo-me levar...
Barriguitas esfomeadas aguardam impacientes...
Mesmo o cansaço da ocupação diária não me deixa cruzar os braços! 
De colher de pau em riste cá vou eu!


I roll up my sleeves, wash my hands and put the apron on... 
From this point anything can happen...
I cook with my heart it's like an impulse, I just let it flow..  
Hungry bellies are impatiently waiting...
Even when I'm tired from the daily rountine I don't surrender to laziness!
With wood on the hand here I go!